Leia este artigo em:

Uso de lecitina e L-carnitina na dieta: efeitos sobre composição de ácidos gordos e metabolismo lipídico

O objectivo do presente estudo foi avaliar os efeitos de uma dose baixa de lecitina e L-carnitina na dieta na composição de ácidos gordos e na expressão de genes do metabolismo lipídico na gordura subcutânea e no longissimus thoracis de porcos engorda.

5ª feira 10 Outubro 2019 (há 9 dias)
gosto

Foi demonstrado que a suplementação de dietas de porco com lecitina aumenta a digestibilidade da gordura e a qualidade da carne de porco devido a uma melhoria na mastigabilidade e diminuição da dureza da referida carne. Além disso, a lecitina de soja também é rica em ácidos gordos insaturados, que podem regular o metabolismo dos ácidos gordos e influenciar a qualidade da gordura da carne de porco. No entanto, existem poucos estudos sobre os efeitos da lecitina na dieta no metabolismo dos ácidos gordos e no metabolismo dos lipídios em porcos.

Portanto, o objectivo do presente estudo foi avaliar os efeitos de uma dose baixa de lecitina e L-carnitina na dieta na composição de ácidos gordos e na expressão de genes do metabolismo lipídico na gordura subcutânea e no longissimus thoracis de porcos engorda.

Para esse efeito, foram utilizados 160 porcos cruzados (Landrace × Yorkshire, PC inicial 45 ± 1,7 kg) num estudo de 80 dias com 5 porcos / parque e 8 parques / tratamento. Utilizou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com arranjo factorial dos tratamentos 2x2: 1) suplemento dietético de lecitina (0 vs. 4 g / kg de ração) e 2) suplemento dietético de L-carnitina (0 vs. 50 mg / kg de ração).

Como resultado, PUFAs totais, C18: 2n-6 e C18: 3n-3 na gordura subcutânea aumentaram com lecitina, no entanto, a inclusão de lecitina junto com L-carnitina diminuiu os PUFAs totais, C18: 2n-6 e C18: 3n-3. A L-carnitina aumentou o conteúdo de GRIN quando suplementada com lecitina, mas nenhum efeito foi observado sem essa suplementação. A L-carnitina aumentou a expressão do mRNA de CPT1A, HSL, FABP4 e CRAT e reduziu a expressão do mRNA de FAS e ACCa na gordura subcutânea. A lecitina aumentou a expressão do mRNA de ACCa e ME1 no longissimus thoracis. A L-carnitina aumentou a expressão do mRNA de FAS no longissimus thoracis quando suplementada com lecitina, mas nenhum efeito foi observado sem essa última suplementação.

Em conclusão, a suplementação com lecitina aumentou os PUFAs na gordura subcutânea e no longissimus thoracis. No entanto, o efeito foi oposto quando combinado com L-carnitina, embora o conteúdo de GRIN aumentasse. A L-carnitina na dieta aumentou a expressão de genes lipolíticos e reduziu a expressão de genes lipogénicos na gordura subcutânea. A lecitina na dieta aumentou a expressão de genes lipogénicos no longissimus thoracis. Diante desses resultados, novos estudos, como painéis de consumidores, deveriam ser realizados para confirmar os efeitos da lecitina na qualidade da carne de porco.

Meng, Q., Sun, S., Sun, Y., Li, J., Wu, D., Shan, A., Shi, B., & Cheng, B. (2018). Effects of dietary lecithin and L-carnitine on fatty acid composition and lipid-metabolic genes expression in subcutaneous fat and longissimus thoracis of growing-finishing pigs. Meat science, 136, 68-78. https://doi.org/10.1016/j.meatsci.2017.10.012

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags