Atlas de patologia

Hemorragias subepiteliais generalizadas

Localização: pele e tecido subcutâneo

Causada por: Clostridium perfringensSalmonelosePeste Suína ClássicaTrombocitopenia púrpuraPeste Suína Africana

A trombocitopenia púrpura é uma hipersensibilidade de tipo II (ou hipersensibilidade de tipo citotóxico) na que se formam auto-anticorpos contra trombocitos. Isto provoca uma redução no seu número e uma diátese hemorrágica como sinal clínico associado. Estes auto-anticorpos podem gerar-se a partir de transfusões, pelo uso de vacinas que contenham hemoderivados ou em porcas multíparas que desenvolvam anticorpos contra os aloantigenes partilhados entre o pai e os fetos. Neste último caso, não se esperaria o aparecimento de sinais clínicos na porca já que só produziria anticorpos contra antigenes de alotipo de superfície celular que não se encontram nas suas células. A ingestão e absorção destes auto-anticorpos pelos leitões, via colostro, implica uma descida dos níveis circulantes de trombocitos.

O efeito aleatório do seu aparecimento numa ninhada parece estar relacionado com o crescimento e a ingestão do colostro: os leitões mais desenvolvidos terão mamado mais colostro, pelo que estarão mais gravemente afectados.

Pode ocorrer morte sem sinais clínicos, com animais em bom estado encontrados mortos. Se se observa atentamente a pele destes leitões mortos, deveriam-se encontrar-se hemorragias onde tenha habvdo uma pancada, marcas de dentes ou traumatismos. Os leitões afectados costumam ser pálidos com manchas púrpuras, ou hemorragias, na pele, sobretudo no ventre e podem ver-se marcas muito evidentes de arranhões. As membranas mucosas costumam estar pálidas e os animais não têm febre. Podem observar-se hemorragias de diversos tamanhos no epicárdo, miocárdio, pleura, articulações e músculos esqueléticos. Todos os gânglios linfáticos estão congestionados com sangue.

Quando uma porca tem uma ninhada com este problema, deve ser eliminada ou coberta com um macho diferente n gestação seguinte.

Jesús Borobia
Localização

aparelho digestivo

boca

estômago

fígado

intestinos

aparelho genito-urinário

aparelho genital feminino

aparelho genital masculino

bexiga

Glândula mamária

rins

aparelho locomotor

aparelho respiratório

cavidade nasal

pulmão

Outros

pele e tecido subcutâneo

sistema cardiovascular

sistema linfático

amígdalas

baço

gânglios linfáticos

timo

sistema nervoso

Doença

Doenças bacterianas

App

Actinobacilose

Antraz

Artrite por Micoplasma

Bordetelose

Brucelose

Clostridium novyi

Clostridium perfringens

Colite

Diarreia por E. coli

Disenteria suína

Doença de Glässer

Doença dos Edemas

Epidermite exsudativa

Erisipela

Ileite

Infecção por Yersinia

Infecções por estreptococos

Leptospirose

MMA

Mycoplasma suis

Pasteurelose

Pneumonia enzoótica

Rinite atrófica

Salmonelose

Tétano

Tuberculose

Doenças víricas

Circovirose suína

Citomegalovirus suíno

Coronavirus respiratório suíno

Diarreia epidémica suína

Doença de Aujeszky

Doença de Teschen

Doença do olho azul

Doença pelo vírus Nipah

Doença Vesicular Suína

Encefalite Japonesa B

Encefalomiocardite

Febre Aftosa

Gastroenterite transmissível

Gripe

Infecção por rotavirus

Parvovirose

Peste Suína Africana

Peste Suína Clássica

PRRS

Varíola Suína

Doenças parasitárias

Ascariose

Coccidiose

Metastrongilose

Sarna

Trichurose

Triquinose

Deficiências nutricionais

Anemia por deficiência de ferro

Deficiência de biotina

Doença do coração de amora

Osteoporose, raquitismo, deficiência Vit D

Toxicoses

Aflatoxicose

Ergotismo

Intoxicação por fumonisina

Intoxicação por sal

Intoxicação por zearalenona

Outras

Atresia anal

Epiteliogénese imperfeita

Estenose rectal

Hérnias

Osteocondrose

Pitiriase rósea

Prolapso da vagina e cérvix

Prolapso rectal

Prolapso uterino

Queimadura por congelação

Queimaduras solares

Sindroma do stress suíno

Sindroma hemorrágico intestinal

Splay leg

Torsão do estômago e intestino

Tremor congénito

Trombocitopenia púrpura

Úlceras gástricas

Úlceras nos ombros

Vicios