Leia este artigo em:

Preço máximo do porco em 2019: os utilizadores da 333 estão optimistas

Para a grande maioria dos países, espera-se que os preços máximos sejam muito superiores aos registados nos últimos três anos.

2ª feira 15 Julho 2019 (há 2 meses 7 dias)
gosto

No início do ano, com a perspectiva de um decréscimo acentuado do efectivo suíno chinês, devido a graves problemas causados pela Peste Suína Africana, esperava-se um forte aumento das importações de carne suína para abastecer o consumo do país e que este teria um impacto sobre um aumento significativo nos preços a nível global.

Perante esta situação, foi realizada uma consulta a utilizadores 333 para obter uma avaliação objectiva das expectativas do sector. Para a pergunta, "na sua opinião, qual será o preço máximo do porco de abate no seu país em 2019?", responderam 976 utilizadores de 71 países entre 21 de Maio e 21 de Junho.

Os utilizadores de 333 esperam preços do porco muito acima dos últimos anos

As expectativas dos utilizadores de 333 que participaram na consulta são claramente optimistas, tal como reflectem os resultados do gráfico 1. Para cada país, é mostrado o intervalo de resultados obtidos para o preço máximo esperado e os valores mínimo, máximo e mediano são especificados, o valor central à direita é metade das observações e à esquerda a outra metade. Além disso, e para fins comparativos, representamos os preços máximos registados em 2018 e nos últimos 3 anos, de acordo com o sistema de preços 333.

Gráfico 1. Consulta 333 sobre o preço máximo do porco em 2019 realizado entre 21 de Maio e 21 de Junho. Intervalo e mediana das respostas obtidas por país e preço máximo registado em 2018 e nos últimos 3 anos, entre o número de dados analisados.
Gráfico 1. Consulta 333 sobre o preço máximo do porco em 2019 realizado entre 21 de Maio e 21 de Junho. Intervalo e mediana das respostas obtidas por país e preço máximo registado em 2018 e nos últimos 3 anos, entre o número de dados analisados.

Os resultados são apresentados para 18 países com a ideia de obter uma visão do panorama mundial o mais ampla possível, em cada caso o número de respostas utilizadas é mostrado para que o leitor possa dar o peso adequado aos resultados obtidos.

Na grande maioria dos países, a mediana das respostas é superior ao preço máximo em 2018 e mesmo superior ao máximo registado nos últimos 3 anos, exceto na Itália, Rússia e Colômbia. Esses dados indicam que os participantes na consulta esperam preços máximos bem superiores aos dos anos anteriores. Acrescente-se que, em alguns casos, a mediana está acima das máximas históricas, por exemplo, a Alemanha, com uma mediana de € 1,95 / kg de carcaça superior ao máximo de € 1,93 / kg de carcaça obtido em Setembro de 2012 e Aagosto de 2013. Além disso, mais da metade dos países analisados mostram uma assimetria para valores altos, causada por uma maior contribuição de opiniões mais optimistas. De facto, em alguns países (Espanha, Alemanha, Polónia, Brasil e Argentina), praticamente todo o intervalo de valores contribuiu para uma queda acima dos preços máximos desde 2016.

O grau de dispersão é muito variável. Por um lado, encontramos países com um intervalo de dispersão particularmente amplo que pode reflectir uma alta variabilidade entre as opiniões fornecidas, enquanto em outros, como os asiáticos, pode ser derivada de um pequeno número de dados ou de factores específicos do país. Como simplificar num único preço toda a China, quando a sua realidade é tão complexa?

A distribuição dos dados para Portugal é mostrada no seguinte histograma (gráfico 2).

Gráfico 2. Consulta 333 sobre o preço máximo em 2019 - Portugal. é representada a percentagem de respostas obtidas para diferentes intervalos máximos de preço (& euro; / kg carcaça)
Gráfico 2. Consulta 333 sobre o preço máximo em 2019 - Portugal. é representada a percentagem de respostas obtidas para diferentes intervalos máximos de preço (& euro; / kg carcaça)

Em que ponto estamos?

Estamos actualmente no início de Julho quando, devido ao seu ciclo sazonal, os preços nos países do Hemisfério Norte devem ficar próximos aos máximos do Verão. Em vários países, houve um forte aumento dos preços em Março, que surgiu antes do aumento habitual, seguido por uma estabilização em alguns casos, como na Espanha (gráfico 3) ou em outros países, como os Estados Unidos (gráfico 4). Já alcançamos o máximo do ano ou ainda está por vir?

Gráfico 3. Evolução anual dos preços em Espanha desde 1999 em azul, a linha grossa representa as cotações de 2019. Em vermelho, é mostrada a mediana do preço máximo para 2019 na consulta 333.
Gráfico 3. Evolução anual dos preços em Espanha desde 1999 em azul, a linha grossa representa as cotações de 2019. Em vermelho, é mostrada a mediana do preço máximo para 2019 na consulta 333.

Gráfico 4. Evolução anual dos preços nos EUA desde 2002 em azul, a linha grossa representa as cotações de 2019. Em vermelho, é mostrada a mediana do preço máximo para 2019 na consulta 333.
Gráfico 4. Evolução anual dos preços nos EUA desde 2002 em azul, a linha grossa representa as cotações de 2019. Em vermelho, é mostrada a mediana do preço máximo para 2019 na consulta 333.

Pode ser consultada informação sobre outros países no sistema de preços de 333

Há muitas variáveis em jogo que influenciam os preços, algumas vão sendo elucidadas com a passagem do tempo, para outras mantém-se a incógnita. Por exemplo, foi confirmado que na China o consumo de carne suína diminuiu, conforme relatado num relatório recente da Rabobank e que já era antecipado por DiPietre no seu comentário de Abril "China e a Peste Suína Africana: o que se nos depara no futuro?". Segundo um relatório do Serviço de Fronteiras da China, as importações de carne de porco aumentaram, no entanto parece que não estão a chegar as quantidades que talvez seriam de esperar. Por outro lado, o relatório do serviço de estatísticas do USDA reporta o maior censo de suíno num mês de Junho nos Estados Unidos, enquanto que os países da União Europeia no seu conjunto calculavam uma diminuição de 3% das porcas em Dezembro passado. Lamentavelmente a Peste Suína Africana expandiu-se a mais países na Ásia e na Europa continua activa em quase todos os países afectados. Também fica por ver como é que evoluem alguns dos conflitos comerciais que se vêm a arrastar desde há meses, como o prolongamento do embargo russo, o existente entre a China e os Estados Unidos, os surgidos recentemente como a suspensão da China às importações do Canadá.

Até Dezembro

Por agora, ainda falta metade do ano para passar e a incógnita até onde chegarão os preços máximos está por resolver.

Em Dezembro, com os dados na mão, será o momento para apurar até que ponto se cumpriram as expectativas do preço máximo.

A todos os participantes na consulta, muito obrigado pelo vosso contributo !

Redacção 3tres3

Artigos relacionados

Artigos

Os problemas seguem um atrás do outro26-Jul-2019 há 1 meses 27 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags