Leia este artigo em:

Efeitos do peso corporal e os níveis de fósforo na dieta na digestão pós-ileal em porcos

A digestão pós-ileal de P depende da idade do animal e do teor de P na dieta, factores que podem dificultar a correcta estimativa da digestibilidade do P.

5ª feira 6 Setembro 2018 (há 2 meses 9 dias)
gosto

A digestão pós-ileal do fósforo (P) pode depender tanto do desenvolvimento do tracto gastrointestinal como da fermentação microbiana. A influência do peso corporal (PC) e da composição da dieta deve ser levada em consideração.

Os objectivos deste estudo foram determinar e comparar os efeitos da concentração total de P na dieta sobre a digestão pós-ileal de P em suínos de crescimento, acabamento.

Foram realizadas duas experiências. Na Experiência. 1, foi colocada uma cânula em T, de forma cirurgica, no íleon distal de 48 porcos em crescimento (27,8 ± 1,7kg PC) que foram atribuídos a um de 6 tratamentos dietéticos. A dieta de farinha de milho e soja sem suplementos de fosfato dicálcico (DCP) foi a dieta base, com uma concentração total de P calculada de 3,3 g / kg. Cinco dietas adicionais foram formuladas incluindo o DCP com aumentos de 5,4 g / kg na dieta base. Portanto, o P total calculado nas dietas experimentais foi de 4,3, 5,3, 6,3, 7,3 e 8,3 g P total/kg, respectivamente. Na Experiência 2, 16 porcos em crescimento (25,9 ± 1,3kg PC), 16 porcos em crescimento-engorda (61,3 ± 2,5kg PC) e 16 porcos de acabamento (98,3 ± 3,9kg BW) foram equipados cirurgicamente com uma cânula em T no íleon distal. Cada grupo de porcos de PC foi alimentado com a dieta P moderada (dieta de milho- bagaço de soja sem adição de DCP) ou a dieta P adequada (dieta de milho - bagaço de soja com 14,5 g DCP/kg). Para ambos os estudos, foram utilizados períodos experimentais de 9 dias, que incluíram 5 dias de adaptação, 2 dias de recolha de fezes e 2 dias de recolha de conteúdo ileal.

Na Experiência 1, o P ileal e fecal, o P ileal digerido, o P digerido no tracto total, a digestibilidade ileal aparente (DIA) e a digestibilidade aparente do trato total (DATT) do P aumentaram linearmente à medida que o nível total de P na dieta aumentava.
Na Experiência 2, o P ileal e o P digerido e o DATT do P foram afetados pela interação PC × Dieta. Em comparação com os suínos em crescimento, os suínos em crescimento-engorda e em finalização apresentaram maior quantidade de P digerido no nível pós-ileal em relação ao digerido P no tracto total, digestibilidade aparente de P pós-íleo e desaparecimento de P no intestino posterior. Os valores de DATT de P foram maiores que as estimativas de DIA de P para suínos em crescimento-engorda e suínos em terminação, independentemente da dieta.

Em conclusão, a digestão pós-ileal de P foi afetada por PC com maior importância acima de 60 kg. No entanto, o nível total de P na dieta teve efeitos marginais na digestão pós-ileal de P em suínos em crescimento. Portanto, o efeito do CP e o papel do intestino grosso na digestão do P no trato total devem ser considerados.

Liu, J. B., Xue, P. C., Cao, S. C., Liu, J., Chen, L., and Zhang, H. F. (2018). Effects of dietary phosphorus concentration and body weight on postileal phosphorus digestion in pigs. Animal Feed Science and Technology. 242: 86-94. https://doi.org/10.1016/j.anifeedsci.2018.06.003

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags