Leia este artigo em:

Espanha: 89% das explorações são indemnes à Doença de Aujeszky

89% e 4% das explorações que fazem parte do programa encontram-se classificadas como A3 (indemnes) e A4 (oficialmente indemnes), respectivamente.

5ª feira 25 Julho 2019 (há 3 meses 23 dias)
gosto

De acordo com os últimos dados disponibilizados pelo Ministério da Agricultura de Espanha e em relação à prevalência da Doença de Aujeszky em 2018, das 42472 explorações incluídas no programa nacional de luta contra a DA, foram confirmadas 49 explorações positivas à doença, 37 delas na Andaluzia, 7 na Estremadura, 4 em Castela e Leão e 1 em Navarra. Na maioria dos casos, o contacto com javalis costuma ser a origem mais provável da infecção.

Por outro lado, de acordo com o relatório, 88,87% (37746) e 3,92% (1668) das explorações que fazem parte do programa encontram-se classificadas como A3 (indemnes) e A4 (oficialmente indemnes), respectivamente. É de destacar a diminuição no número de explorações A0 (aquelas em que se desconhece a situação quanto à vacinação ou aos controlos serológicos nos últimos doze meses, ou não se cumpre o programa de vacinação ou dos controlos serológicos) que passaram das 2273 em 2017 para as 1797 em 2018.

Distribuição das explorações em função da classificação para a Doença de Aujeszky (A0: desconhece-se a situação quanto à vacinação ou dos controlos serológicos nos últimos doze meses, ou não se cumpre o programa de vacinação ou dos controlos serológicos; A1: cumpre-se o programa de vacinação e os controlos serológicos, com diagnóstico positivo contra a glicoproteína gE do vírus da DA no último controlo oficial efectuado; A2: cumpre-se o programa de vacinação e os controlos serológicos, com resultado negativo para a glicoproteína gE do vírus da DA no último controlo oficial efectuado, sem que ainda se tenham iniciado as acções precisas para a sua classificação, ou tendo-as iniciado não as tenham terminado; A3 ou A4: as explorações com classificação sanitária de indemne ou oficialmente indemne, respectivamente.)
Distribuição das explorações em função da classificação para a Doença de Aujeszky (A0: desconhece-se a situação quanto à vacinação ou dos controlos serológicos nos últimos doze meses, ou não se cumpre o programa de vacinação ou dos controlos serológicos; A1: cumpre-se o programa de vacinação e os controlos serológicos, com diagnóstico positivo contra a glicoproteína gE do vírus da DA no último controlo oficial efectuado; A2: cumpre-se o programa de vacinação e os controlos serológicos, com resultado negativo para a glicoproteína gE do vírus da DA no último controlo oficial efectuado, sem que ainda se tenham iniciado as acções precisas para a sua classificação, ou tendo-as iniciado não as tenham terminado; A3 ou A4: as explorações com classificação sanitária de indemne ou oficialmente indemne, respectivamente.)

Classificação de comarcas em função da percentagem de explorações oficialmente indemnes para a doença (A4).
Classificação de comarcas em função da percentagem de explorações oficialmente indemnes para a doença (A4).

Terça-Feira, 23 de Julho de 2019/ MAPA/ Espanha.

Artigos relacionados

Notícias

Bulgária: prevenir a propagação da PSA26-Jul-2019 há 3 meses 22 dias

Notícias da Sanidade

Bulgária: prevenir a propagação da PSA26-Jul-2019 há 3 meses 22 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

15-Nov-201908-Nov-201931-Out-201925-Out-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui