Leia este artigo em:

Instalação de barreiras físicas para definir limites de biossegurança

A instalação de barreiras físicas nos pontos de entrada de pessoal estratégico ajuda a definir áreas distintas de biossegurança.

Objectivo

A instalação de barreiras físicas nos pontos de entrada de pessoal estratégico ajuda a definir áreas distintas de biossegurança. Este método é frequentemente usado em explorações que não têm uma separação clara entre áreas com diferentes níveis de biossegurança. Essas barreiras permitem a circulação de pessoas de maneira a melhorar a biossegurança externa através da prevenção da entrada de doenças numa instalação e biossegurança interna, minimizando a transmissão de doenças no interior da exploração. Em alguns casos é apenas necessária a troca de calçado, enquanto noutros pode ser necessária uma mudança completa de vestuário e calçado.

Descrição do truque

O uso de barreiras físicas (como por exemplo duches, bancos de estilo “dinamarquês", muretes ou divisórias) nos corredores ou zonas de passagem marcam o final de uma zona e o início de outra, quanto a biossegurança. Este facto será essencial para diminuir a entrada ou a transmissão de doenças entre zonas dentro da exploração. Todos os métodos, para serem eficientes e facilmente executáveis, têm que estar CLARAMENTE DEFINIDOS e ser PRÁTICOS.

Nas explorações americanas é muito comum o uso destas barreiras para delimitar zonas de biossegurança. Normalmente são instaladas em pontos onde a mudança de calçado é obrigatória (exemplos nas fotos 1,2, 3 e 4).

Separação de zonas dentro de uma exploração
Separação de zonas dentro de uma exploração

Foto 1: Separação de zonas dentro de uma exploração. A divisória no pavimento recorda aos colaboradores a mudança de calçado obrigatória entre os corredores da exploração e as zonas de escritório / refeitório. Foto 2: Murete a modo de banco que indica a mudança de calçado antes da entrada nos duches. Delimita a separação entre o exterior da exploração (sapatos de rua) e a zona neutra de passagem para os duches (sem calçado).

Separação de zonas dentro de uma exploração
Separação de zonas dentro de uma exploração

Foto 3: Murete que indica mudança de calçado antes da entrada nos duches. Foto 4: Barreira física que separa 2 zonas de distinta biossegurança da exploração. Este é um exemplo de como um contraplacado estreito pode ser utilizado num lugar onde há um espaço limitado para criar uma barreira de "tipo banco dinamarquês".

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags