Grande procura de carne implica nova forte subida da cotação dos porcos

matadouro
matadouro

A subida continuou forte e significativa na primeira quinzena de Abril em Portugal, onde o acumulado na Bolsa do Porco foi de 0,155€/kg carcaça.

17 de Abril de 2019

Após a rápida e grande subida da cotação dos porcos, em toda a Europa, na segunda quinzena de Março, a subida continuou forte e significativa na primeira quinzena de Abril em Portugal, onde o acumulado na Bolsa do Porco foi de 0,155€/kg carcaça. O total da subida da cotação na Bolsa do Porco, desde o dia 31 de Janeiro, altura em que as cotações começaram o seu caminho ascendente, é de 0,498€/kg carcaça. São quase 50 cêntimos de subida (apesar de que toda esta subida não tenha sido cumprida pelos matadouros), o que dará cerca de mais 40,00€/por porco na receita dos produtores.

Contrariamente ao que ocorria naquela altura (início de Fevereiro), a carne vende-se bem e é bastante procurada, o que permite que os matadouros possam repercutir na carne o aumento do preço dos porcos. As exportações europeias para a China (inclusive as exportações nacionais para aquele país) ajudaram a este comportamento de todo o mercado da U.E., inclusive do nosso mercado.

O mercado precisa de se adaptar a este aumento das cotações e para isso nada melhor do que os feriados que se aproximam de Quinta-Feira (nalguns países Europeus) e Sexta-Feira Santas em toda a Europa. Os feriados implicarão menos abates que, aliados a um menor consumo de carne devido à Semana Santa, permitirá que o mercado absorva as subidas, que os compradores de carne tenham algum tempo para transferir ainda mais essas subidas para os seus clientes e para que os produtores possam repor algum peso nos porcos, sem que tenham que faltar com porcos no mercado, até porque estes aumentos foram bastante significativos e aconteceram num curto espaço de tempo, principalmente nas últimas 4 semanas.

Com toda esta fluidez no mercado, os porcos estão com pesos inferiores aos do ano passado por esta altura e a perspectiva futura, a curto prazo, é que assim continuem e, quiçá, aumente esta diferença de peso sendo o de 2019 ainda mais baixo que o de 2018.

A acrescentar a todas estas boas notícias para o mercado do porco, é de salientar que o preço dos leitões para engorda continua bastante alto, o que dá excelentes indicações para o que poderá ser o mercado do porco no futuro próximo. Apesar dos preços elevados, há grandes disparidades entre os diversos países. Senão vejamos, por países: Holanda leitão 25kg 59,50€, Alemanha leitão 25kg 54,60€, Espanha Lérida leitão 20kg 52,50€, Zamora 20kg 64,00€ a 66,00€. De notar que os leitões holandeses de 21kg chegam a Espanha ao preço de 74,00€ cada.

Outro mercado que tem tido um forte impulso é o da porca de refugo cujas cotações andam pelos píncaros em toda a Europa: Alemanha 1,28€/kg carcaça, Holanda 1,38€/kg carcaça, Dinamarca 1,02€/kg carcaça, Espanha 0,67€/kg PV (cerca de 0,96€/kg carcaça).

Em Espanha a cotação subiu 0,107€/kg PV (+0,143€/kg carcaça) para 1,33€/kg (1,773€/kg carcaça) na primeira quinzena de Março. Os pesos não desceram “apenas” 300g nesta quinzena mas encontram-se bastante abaixo do peso do ano passado.

Na Alemanha, a cotação subiu 0,20€/kg carcaça passando para 1,70€/kg carcaça sem que tenha havido alteração no peso de carcaça, que continua em 96,5kg de carcaça. A oferta é muito curta face à procura e os pedidos de carne por parte da China são muito fortes. Com estas condições de mercado os matadouros e industriais conseguem fazer passar os aumentos para a carne.

Na Holanda a cotação subiu 0,19€/kg carcaça passando a cotação para 1,66€/kg carcaça. A forte subida do mercado alemão implicou uma subida das cotações na Holanda. Na Bélgica a cotação subiu 0,18€/kg PV para 1,18€/kg PV.

A Dinamarca subiu 0,16€/kg carcaça passando a cotação para 1,38€/kg carcaça. O forte volume de exportação para a China estimulou a forte subida das cotações na Dinamaeca.

Em França a cotação subiu 0,077€ nesta quinzena para se situar em 1,41/kg carcaça. Os pesos baixaram 500g para os 95,5Kg e estão 500g acima do peso da mesma semana de 2018. Os pesos baixaram 300g para os 96,0Kg e estão 100g abaixo do peso da mesma semana de 2018. Ao contrário do resto da Europa, em França tem havido mais dificuldade em fase repercutir na carne o aumento da cotação dos porcos, daí o aumento do preço dos porcos ser menos acentuado que no resto da Europa.

O mercado europeu do porco caminha, a passos largos, para ter um excelente ano. Aguardemos que passe a Semana Santa para ver como continuará a subida das cotações e até onde poderão subir.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags