Leia este artigo em:

Polpa de citrinos e plantas medicinais em rações para porcos

O objectivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da polpa de citrínos seca e plantas medicinais fermentadas em porcos em crescimento e acabamento.

5ª feira 30 Maio 2019 (há 3 meses 23 dias)
gosto

O uso de recursos alimentares não convencionais, como os sub-produtos da indústria de alimentos, é cada vez mais importante para reduzir os custos com alimentos. Com a proibição dos antibióticos como aditivos alimentares, esforços consideráveis de pesquisa foram feitos para desenvolver alternativas. Neste contexto, muitas plantas medicinais têm atraído grande atenção devido às suas propriedades e efeitos na promoção do crescimento.

Portanto, o objectivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da polpa de citrínos seca e plantas medicinais fermentadas em porcos em crescimento e acabamento.

Num ensaio de 10 semanas, foram utilizados um total de 96 porcos em crescimento [(Landrace × Yorkshire) × Duroc] com um peso corporal (PC) médio inicial de 62,34 ± 1,96 kg. Os porcos foram colocados ao acaso em 1 de 3 tratamentos dietéticos baseados no PC e sexo, num desenho de blocos completos ao acaso: um tratamento controlo, com uma dieta basal (CON), uma dieta com 10% de polpa de cítrinos seca (DPC) e uma dieta com 10% de polpa de cítrinos seca suplementada com 0,1% de plantas medicinais fermentadas (DPC + PMF).

Das semanas 0 a 5 e 0 a 10, os porcos alimentados com a dieta DCP + FMP tiveram uma diminuição significativa do consumo médio diário e aumentaram a relação ganho:alimento, em comparação com os alimentados com a dieta CON. Nos porcos alimentados com a dieta DCP + FMP, na semana 10, a digestibilidade aparente do tracto total (ATTD) da energia bruta foi maior e a concentração de colesterol total no soro diminuiu, comparado com os alimentados com a dieta DCP. Não foram observadas diferenças na espessura da gordura dorsal. No entanto, os porcos alimentados com a dieta DCP + FMP mostraram um aumento da área do músculo longissimus relativamente aos alimentados com a dieta CON.

Em resumo, os resultados sugerem que a adição de 10% da polpa de cítrinos seca nas dietas de porcos de engorda não tem efeitos sobre o rendimento de crescimento, digestibilidade dos nutrientes, parâmetros sanguíneos ou qualidade da carne. No entanto, complementar essas mesmas dietas (10% de DCP) com plantas medicinais fermentadas é eficaz para reduzir o colesterol total e o colesterol LDL no soro e melhorar o rendimento dol crescimento e da área muscular do longissimus.

Lei, X., Kim, I. H., & Kim, Y. (2018). Effects of dried citrus pulp and fermented medicinal plants on growth performance, nutrient digestibility, blood characteristics, and meat quality in growing-finishing pigs. Canadian Journal of Animal Science, (ja). https://doi.org/10.1139/cjas-2017-0170

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags