Leia este artigo em:

A produção agrícola total na UE aumentou em 2017

O maior valor da produção animal em 2017 deveu-se, principalmente, a aumentos de 20,2% para o leite, 17,9% para os ovos e 11,6% para os suínos.

6ª feira 30 Novembro 2018 (há 10 meses 22 dias)
gosto

Os dados económicos da produção agrícola da UE mostram que a produção agrícola total atingiu os 432,6 mil milhões de euros a preços de base em 2017, mais 6,2% que em 2016. Em 2017, o equivalente a 56% (ou 244,1 milhões de euros) do valor da produção agrícola foi gasto no consumo intermédio (bens e serviços), enquanto que o valor acrescentado bruto (ou seja, o valor da produção menos o valor do consumo intermédio) foi equivalente a 44% (ou 188,5 mil milhões de euros). A combinação do forte aumento no valor da produção agrícola e um aumento limitado no consumo intermédio (+ 1,8%) deu lugar a um forte aumento no valor acrescentado bruto (+12,4%) gerado pela indústria agrícola da UE em 2017 em comparação com 2016.

Com 72600 milhões de euros (ou 17% do total da UE) em 2017, França teve a maior produção agrícola total entre os Estados Membros. É seguida pela Alemanha (56,2 mil milhões de euros, ou 13%), Itália (55,1 mil milhões de euros, ou 13%), Espanha (50,6 mil milhões de euros, ou 12%), o Reino Unido (31,8 mil milhões de euros, ou 7%), Países Baixos (28,9 mil milhões de euros, ou 7%), Polónia (24,9 mil milhões de euros, ou 6%) e Roménia (17,5 mil milhões de euros, ou 4%).

Em quase todos os Estados Membros da UE o valor da produção agrícola aumentou em 2017. O maior aumento, em termos relativos, registou-se na Estónia (+18,2%), à frente da Irlanda (+13,6%), Roménia (+13,2%), Reino Unido (+12,6%) e Polónia (+11,1%). Pelo contrário, o valor da produção agrícola diminuiu na Eslovénia (-4,7%) e Malta (-3,1%) e manteve-se estável na Croácia e na Eslováquia.

Entre os Estados Membros com maior indústria agrícola, o valor da produção agrícola total aumentou 8,6% na Alemanha, 4,5% em Espanha, 3,2% em França e 2,2% em Itália.

Aumentos significativos nos valores de produção de leite, ovos e suínos

O valor da produção agrícola é influenciado por uma alteração de preço ou por uma alteração de volume (ou uma combinação dos dois). O aumento de 6,2% na produção agrícola da UE em 2017, em comparação com 2016, pode-se atribuir, em grande medida, a um aumento no valor da produção animal (+ 10,3%), reflectindo, em grande medida, um aumento nos preços (+10,3%).

O maior valor da produção animal em 2017 deveu-se, principalmente, a aumentos de 20,2% para o leite, 17,9% para os ovos e 11,6% para os suínos, principalmente em resultado de aumentos nos preços. O valor da produção das culturas aumentou 3,6% na UE, com um aumento no volume de até 1,7% e nos preços 1,9%. O aumento deveu-se, principalmente, a aumentos de 10,2% para o trigo e de 7,7% para as culturas industriais. Os custos dos fornecimentos agrícolas da UE (consumo intermédio) aumentaram (+ 1,8%). Isto deveu-se, principalmente, a um aumento de 5,9% na energia e lubrificantes, ainda que este aumento tenha sido parcialmente compensado por uma diminuição de 4,9% no custo dos fertilizantes e dos melhoradores da terra.

Sexta-Feira, 16 de Novembro de 2018/ CE/ União Europeia.
http://europa.eu/rapid

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

18-Out-201911-Out-201904-Out-201927-Set-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui