Leia este artigo em:

A indústria espanhola de sanidade e nutrição animal cresceu 6,44% em 2018

A Catalunha continua a ser a líder do mercado a nível nacional, enquanto que os suínos lideram o ranking por espécies.

6ª feira 22 Março 2019 (há 2 meses 2 dias)
gosto

A indústria espanhola de sanidade e nutrição animal cresceu 6,44% em 2018, o que se traduz em 1509,02 milhões de euros de facturação global relativamente aos 1417,68 do ano anterior, o que significa uma firme consolidação do crescimento deste sector estratégico da economia espanhola devido ao seu impacto na saúde e bem-estar animal, a segurança alimentar e a saúde publica geral e onde os dados do mercado nacional superaram, pela primeira vez, os mil milhões de euros, em concreto os 1007,02 milhões de euros, +7,28% em relação aos 938,68 milhões de 2017.

Os números de 2018 também sublinham mais um exercício de continuo e sustentado crescimento do mercado externo, onde os produtos espanhóis de sanidade animal gozam de um merecido reconhecimento em mais de 90 países da União Europeia, América Latina, Sudeste Asiático e Magreb pela sua qualidade, segurança e eficácia, tal e como o demonstra o crescimento de 4,80% no ano passado ou o que é o mesmo, chegar aos 502 milhões de euros de facturação, o que implica que as exportações são mais de um terço da facturação total do sector, em concreto 33,27%.

A indústria de sanidade animal por Comunidades Autónomas

É já quase uma tradição que a comunidade da Catalunha encabece o mercado nacional, onde em 2018 facturou 284,98 milhões de euros, o que representa 28,30% da facturação espanhola, seguida, ainda que à distância por Castela e Leão com 117,92 milhões de euros, o que representa 11,71% de toda a Espanha, encerrando o triunvirato da cabeça a Comunidade Autónoma de Aragão com 94,46 milhões de euros, o que equivale a 9,38% do total.

Fecham a classificação nacional, do menor para o maior, o País Basco com 9,47 milhões de euros e 0,94%, as Ilhas Baleares com 10,37 milhões de euros o que representa 1,03% do total nacional e La Rioja com 11,28 milhões de euros e o equivalente a 1,12% global.

A classificação nacional é a seguinte:

Comunidade Autónoma Milhões de € Percentegem
Catalunha 284,98 28,30%
Castela e Leão 117,92 11,71%
Aragão 94,46 9,38%
Galiza 83,28 8,27%
Andaluzia 76,84 7,63%
Castela-La Mancha 63,04 6,26%
Região Murciana 60,72 6,03%
C. de Madrid 45,32 4,50%
C. Foral de Navarra 37,76 3,75%
C. Valenciana 31,02 3,08%
C. de Estremadura 30,71 3,05%
Canárias 21,75 2,16%
P. de Astúrias 15,51 1,54%
Cantábria 12,59 1,25%
C. de La Rioja 11,28 1,12%
Ilhas Baleares 10,37 1,03%
País Basco 9,47 0,94%

Facturação por Espécies

OS suínos encabeçam, mais um ano, a facturação por Espécies com 354,12 milhões de euros que representam 35,17% do total deste segmento, o que em definitivo é um reflexo do peso de Espanha no que ao efectivo de suínos se refere, onde somos os primeiros na União Europeia com mais de 30 milhões de porcos.

Em segundo lugar, estão os animais de companhia com 278,36 milhões de euros, o que significa 27,64% do mercado de Espécies. Um segmento cada vez mais importante que cresce todos os anos em consequência do aumento da população de animais de companhia neste país onde estão registados aproximadamente 8 milhões de animais de companhia.

Fecha a classificação dos primeiros, os Bovinos no terceiro lugar com 221,96 milhões de euros e uma percentagem de 22,04%.

O somatório das três espécies somam 84,85%, ou seja, 854,44 milhões de euros de facturação global do mercado da indústria espanhola de sanidade e nutrição animal em 2018.

Por facturação total por Espécies, do maior para o menor, o ano passado foi a seguinte:

Espécie Milhões de € Percentagem
Suínos 354,12 35,17%
Cães e Gatos 278,36 27,64%
Bovinos 221,96 22,04%
Avicultura 94,68 9,40%
Ovino/Caprino 38,04 3,78%
Equinos 7,83 0,78%
Cunicultura 4,36 0,43%
Apicultura 3,39 0,34%
Aquicultura 2,05 0,20%
Ornitologia 1,37 0,14%
Animais exóticos 0,86 0,08%

O segmento de Produtos em 2018

Os farmacológicos foram os Produtos mais vendidos em 2018 com 458,01 milhões de euros, o que representa uma subida de 9,97% e 45,47% do total do mercado de Produtos, enquanto que as vendas de aditivos e pré-misturas medicamentosas caíram 6,62%, atingindo os 123,83 milhões de euros, se bem que seja menor que a de 2017.

O mercado geral de Produtos foi o seguinte:

Produto Milhões de € Percentagem
Farmacológicos 458,01 9,97% (sector 45,47%)
Biológicos 268,33 11,40% (sector 26,65%)
Higiene Pecuária 33,92 1,76% (sector 3,37%)
Aditivos e Pré-misturas 123,83 -6,62% (sector 12,30%)
Nutricionais 122,93 6,54% (sector 12,21%)

Terça-Feira, 12 de Março de 2019/ Veterindustria/ Espanha.
http://www.veterindustria.com

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

24-Mai-201917-Mai-201910-Mai-201903-Mai-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui