Troca de comando na ABIPECS. Pedro de Camargo Neto deixa a presidência executiva da entidade. Em seu lugar assume Rui Vargas

Reunidos em Assembleia Geral Ordinária, as empresas associadas da ABIPECS elegeram no dia 27 de março o novo Conselho Diretor para o biênio 2013-2015.

6ª feira 5 Abril 2013 (há 5 anos 3 meses 15 dias)

Reunidos em Assembleia Geral Ordinária, as empresas associadas da ABIPECS elegeram no dia 27 de Março o novo Conselho Diretor para o biénio 2013-2015. É a seguinte a sua composição: Leomar Luiz Somensi (Aurora), Coordenador; Wilson Mello Neto (Brasil Foods); Clever Pirola Ávila (Marfrig Group); Carlos Lee (Alibem); Júlio César Franzói (Pamplona); Luiz Carlos Mendes Costa (Pif Paf); Carlos Alberto de Figueiredo Freitas (Cosuel).

O Conselho Diretor escolheu Rui Vargas para ocupar o cargo de presidente executivo, em função do pedido de afastamento de Pedro de Camargo Neto.

Rui Vargas é director de Mercado Externo da ABIPECS desde Março de 2005 e está preparado, portanto, para dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos.

Médico veterinário formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rui Vargas ocupou vários cargos no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) desde 1977. Foi secretário substituto de Defesa Agropecuária da Secretaria de Defesa Agropecuária do MAPA (2000-2004); diretor do Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal – DIPOA- (2000 e 2004); chefe da Divisão de Controle do Comércio Internacional do DIPOA (1998-2000).

Pedro de Camargo Neto, que presidiu a ABIPECS por oito anos, solicitou seu afastamento por entender que cumpriu o desafio que o havia levado a aceitar o cargo. “A abertura dos mercados norte-americano e japonês coloca a qualificação sanitária da carne suína noutro patamar”, diz. “Agora será permanente a rotina da manutenção do status obtido e da continuidade dos processos nos mercados que ainda faltam. O desafio, porém, está concluído. Acções de rotina não me atraem neste momento”, acrescenta Pedro de Camargo Neto.“Foi um período gratificante da minha vida profissional e agradeço à indústria de carne suína pelo convite. Saio num bom momento. 2013 talvez seja um dos melhores anos do sector. Mercado interno muito firme, exportações em alta, equilíbrio financeiro das empresas e dos produtores. A hora de sair é na alta!”,afirma.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags