Vitaminas II

Efeitos do nível de vitaminas durante o ciclo reprodutivo: pré-cobrição, ovulação e fertilização e início de gestação ...
3ª feira 25 Fevereiro 2003 (há 15 anos 8 meses 20 dias)
gosto
Efeitos do nível de vitaminas durante o ciclo reprodutivo: pré-cobrição, ovulação e fertilização e início de gestação

Pré-cobrição
  • Vitaminas grupo B: Em nulíparas foi observado que um fornecimento a nível óptimo de vitaminas do grupo B (B1, B2, B6, B12, niacina, biotina, ácido fólico e ácido pantoténico) durante a recria melhora os índices de crescimento. Algumas investigações demonstraram também um aumento do tamanho das ninhadas em nulíparas de crescimento rápido acima dos 100 Kg PV bem como um intervalo desmame primeira cobrição menor e um índice de partos maior. As vitaminas do grupo B actuam como coenzimas, a biotina pode reduzir o intervalo desmame cio e estimula a produção de estrógenos diminuindo estes, por sua vez, a incidência de cios silenciosos.

  • Vitamina E: A sua suplementação durante a fase pré-puberal e início da gestação melhora a taxa de ovulação e reduz o número de anestros em primíparas.
Ovulação e Fertilização
  • Vitamina B12 (Riboflavina): Ajuda a diminuir a incidência de anestro em primíparas. Neste caso as recomendações são de 7,5mg/d.

  • Vitamina C: Muito importante em zonas muito quentes, onde as porcas podem sofrer de infertilidade estacional, já que esta vitamina é essencial para a síntese de glucocorticoides essenciais para mitigar o stress.

  • Biotina: Pode melhorar a percentagem de fertilização, particularmente em porcas com intervalos desmame cio alargados.

  • Vitamina E: Pode aumentar o tamanho de ninhada. Estudos realizados nos Estados Unidos mostram um aumento de 11,8 para 12,3 leitões por ninhada quando as porcas foram alimentadas com um suplemento de 66mg VitE/Kg ração/dia em comparação com um suplemento de 22 VitE/Kg ração/dia. Este efeito sobre a fertilidade advém da modulação mediada pela vitamina E do metabolismo do ácido araquidónio, precursor das prostaglandinas.
Início gestação
  • Ácido fólico: Afecta a sobrevivência embrionária e fetal. Apesar de se encontrar muito facilmente nos alimentos mais comuns, a sua suplementação aumenta o tamanho da ninhada. Observa-se uma maior resposta à suplementação em porcas multíparas em comparação com as de 1º ou 2º parto devido, possivelmente, à maior taxa de ovulação das primeiras e, portanto, a uma maior possibilidade de mortalidade embrionária. Os efeitos benéficos do ácido fólico podem ser causados pelo seu papel na regulação do receptor de leptina nos tecidos embrionário e endometrial.

  • Leptina: Além do seu papel no metabolismo e na ingesta, desempenha uma função importante no controle de várias funções reprodutoras.

  • Vitamina A e/ou Betacaroteno: A administração de vitamina A e/ou Betacaroteno, na ração ou através de injecção, antes da cobrição e durante o início da gestação pode aumentar o tamanho da ninhada ao nascimento e ao desmame.

Pig International. Vol. 32. Nº 10. Dezembro 2002.

Artigos

Comentário30-Set-2004 há 14 anos 1 meses 15 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui