Leia este artigo em:

Vigilância de PRRSV nos EUA usando mapemento de risco

O objectivo deste estudo foi desenvolver mapas de risco para surtos de PRRSv e comparar a dinâmica ecológica da doença em cinco das regiões com maior produção suína.

3ª feira 19 Dezembro 2017 (há 4 meses 4 dias)

Os surtos do vírus do síndrome reprodutivo e respiratório suíno (PRRSv) causam perdas financeiras significativas na indústria suína dos E.U.A., onde o agente patogénico é endémico. Os aumentos sazonais no números de surtos são observados tipicamente com recurso a curvas epidemiológicas do PRRSv. No entanto, a natureza e a medida em que os factores demográficos e ambientais influenciam o risco de surtos de PRRSv no país continuam a não ser evidentes.

O objectivo deste estudo foi desenvolver mapas de risco para surtos de PRRSv e comparar a dinâmica ecológica da doença em cinco das regiões com maior produção suína. Este estudo integra informação espacial relativamente à vigilância do PRRSv com factores demográficos e ambientais relevantes, recolhidos entre 2009 e 2016, e foi utilizado um modelo baseado na máxima entropia (Maxent) para modelar o risco espacial do PRRSv em populações suínas.

A contribuição relativa da densidade suína no risco de PRRS foi mais alta nas áreas densamente povoadas (Minnesota, Iowa e Carolina do Norte), ao passo que o clima e a cobertura do solo foram importantes em áreas com densidades de porcos relativamente baixas (Illinois, Indiana, Dakota do Sul, Nebraska, Kansas, Oklahoma, Colorado e Texas). Ainda que muitos estudos anteriores tenham associado o risco de PRRSv com uma alta densidade de porcos e factores climáticos, o estudo quantifica, pela primera vez na literatura revista, a variação espacial e a contribuição relativa destes factores em diferentes regiões de produção suína nos E.U.A.

Os resultados ajudarão o desenho e implementação de estratégias precoces de detecção, prevenção e controlo de uma das doenças mais devastadoras que afectam a indústria suína nos Estados Unidos.

Alkhamis MA, Arruda AG, Vilalta C, Morrison RB, Perez AM; Surveillance of Porcine Reproductive and Respiratory Syndrome Virus in the United States using Risk Mapping and Species Distribution Modeling; Prev Vet Med. 2017 Nov 16. pii: S0167-5877(17)30008-9. doi: 10.1016/j.prevetmed.2017.11.011.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags