Leia este artigo em:

Modelo de contaminação de camiões para transporte de porcos com PRRS

O objectivo deste estudo foi quantificar a probabilidade de um camião usado para transportar porcos ser contaminado com PRRS e avaliar a eficácia dos protocolos de lavagem e limpeza.

2ª feira 25 Março 2019 (há 1 meses 25 dias)
1 gosto

O objectivo deste estudo foi quantificar a probabilidade de um camião partilhado, usado para transportar porcos, ser contaminado com o vírus da síndrome reprodutiva e respiratória suína (PRRS) no final do dia e avaliar a eficácia dos protocolos de lavagem e limpeza de camiões, usando uma abordagem bayesiana.

Considerou-se que as explorações infectadas com o vírus PRRS, das quais os camiões haviam embarcado porcos, eram a fonte da contaminação. Foi construído um modelo estocástico quantitativo usando os dados de prevalência de PRRS a nível de animais e explorações, o número de vezes que um camião foi compartilhado por dia, o tamanho da carga, o tempo de viagem entre explorações e a eficácia de três diferentes procedimentos de limpeza e desinfecção.

O modelo previu uma probabilidade média de 0,525 de um camião ser contaminado no final de um determinado dia, independentemente do número de cargas anteriores feitas pelo camião ou se ele havia sido lavado ou desinfectado entre as cargas. O uso exclusivo da lavagem resultou numa diminuição insignificante na probabilidade de contaminação de um camião, enquanto a lavagem e a desinfecção seguida da secagem tiveram o maior impacto, com uma redução de mais de 99% na probabilidade de contaminação.

Os resultados deste estudo sugerem que, com as práticas actuais de biossegurança, há um risco substancial para a disseminação do vírus PRRS devido à partilha de camiões. Este modelo também poderá ser usado para entender o risco de partilhar camiões na disseminação de outras doenças suínas (como a diarreia epidémica suína), onde se acredita que o transporte dissemina o vírus.

Thakur KK, Revie CW, Hurnik D, et al. Modelling contamination of trucks used in the shipment of pigs infected with porcine reproductive and respiratory syndrome (PRRS) virus. J Swine Health Prod. 2017;25(4):183–193.

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags