Leia este artigo em:

UE pede a OMC medidas de resposta ante embargo russo à carne de porco

A União Europeia propõe-se suspender vantagens a um nível anual igual a 1.390 milhões de euros (o valor total das exportações pertinentes em 2013) mais uma taxa de aumento anual de 15%.

6ª feira 12 Janeiro 2018 (há 6 meses 7 dias)

No passado dia 19 de DFezembro a União Europeia apresentou ao Presidente do Órgão de Solução de Diferenças (OSD) da Organização Mundial do Comércio (OMC) um recurso dentro do assunto Federação Russa - Medidas relativas à importação de suínos vivos, carne de porco e outros produtos de suíno procedentes da União Europeia (DS475).

A Federação Russa e a União Europeia acordaram que o prazo em que a Federação de Russa aplicaria as recomendações e resoluções da OSD expiraria a 6 de Dezembro de 2017. A Federação Russa não cumpriu as recomendações e resoluções da OSD na data de vencimento do prazo. No caso de não se cumprirem as recomendações e resoluções da OSD dentro do prazo, o artigo 22 do ESD permite a compensação ou a suspensão das concessões ou outras obrigações.

Na reunião extraordinária do OSD da OMC, celebrada a 3 de Janeiro, a UE disse que tinha pedido a suspensão das concessões para preservar os seus direitos neste procedimento de solução de diferenças. Se a Rússia tivesse aceite um acordo de sequência proposto pela UE, este passo não tinha sido necessário nesta etapa, disse a UE.

No seu recurso apresentado a 19 de Dezembro, a União Europeia solicitou a autorização da OSD para suspender concessões e outras obrigações relativas ao sector dos bens no quadro de mais um dos seguintes acordos:
1. Acordo Geral sobre Direitos Aduaneiros e Comércio de 1994;
2. Acordo MSF;
3. Acordo sobre a Agricultura.

O nivel anual da suspensão proposta é equivalente ao nível da anulação ou prejuízo de vantagens resultantes para a União Europeia que se deriva do facto de que a Federação Russa não colocou a medidas em conformidade com as recomendações e resoluções do OSD. Sobre esta base, a União Europeia propõe-se suspender vantagens a um nível anual igual a 1.390 milhões de euros (o valor total das exportações pertinentes em 2013) mais uma taxa de aumento anual de 15%.

À luz destas medidas, a Rússia reiterou o seu forte desacordo com as alegações da UE de que a Rússia não cumpriu as recomendações e resoluções do OSD dentro do prazo estabelecido. Em consequência, a Rússia reiterou a sua objecção ao pedido de suspensão de concessões ou obrigações da UE, assim como ao valor proposto.

Na reunião do dia a 3 o OSD tomou nota das declarações e o assunto foi submetido a arbitragem.

Quarta-feira, 3 de Janeiro de 2018/ WTO.
https://www.wto.org

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

13-Jul-201806-Jul-201829-Jun-201822-Jun-2018

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui