Leia este artigo em:

UE: a resistência antimicrobiana nas bactérias zoonóticas continua a ser elevada

O relatório confirma que a resistência aos antimicrobianos como uma das maiores ameaças para a saúde pública.

6ª feira 2 Março 2018 (há 3 meses 17 dias)

Entre os novas descobertas, baseados em dados de 2016, encontram-se a detecção de resistência aos carbapenémicos em aves, um antibiótico que não está autorizado para ser usado em animais e de Salmonella Kentucky produtora de betalactamase de largo espectro (ESBL) com elevada resistência à ciprofloxacina em humanos pela primeira vez em quatro países.

Principais descobertas em animais e em alimentos

  • Detectou-se resistência em muito baixo nível aos carbapenemas em aves e em carne de frango em dois Estados Membros (quinze E. coli). Os carbapenémicos são usados para tratar infecções graves em humanos e não estão autorizados para serem usados em animais.
  • Foi dada informação de que duas bactérias Staphylococcus aureus resistentes à meticilina associadas ao animais encontradas em porcos e resistentes à linezolida. A linezolida é um dos antimicrobianos de último recurso para o tratamento de infecções provocadas pela MRSA altamente resistente.
  • Observou-se resistência clínica combinada em antimicrobianos de importância crítica em níveis de baixos a muito baixos em Salmonella (0,2%), Campylobacter (1%) e E. coli (1%) em aves.
  • Observou-se resistência à colistina a níveis baixos (2%) em Salmonella e E. coli em aves.
  • A prevalência de E. coli produtora de ESBL em aves de capoeira varia bastante entre os Estados Membros, e vai desde níveis baixos (menos de 10%) até níveis extremamente altos (mais de 70%). As bactérias que produzem enzimas ESBL apresentam resistência a múltiplos antibióticos β-lactâmicos, uma classe de antibióticos de largo espectro que inclui derivados da penicilina, cefalosporinas e carbapenémicos. Esta é a primeira vez que se monitoriza a presença de E. coli ESBL em aves de capoeira e na sua carne.
  • O S. Typhimurium continuou a ser o segundo serovar mais comum entre as infecções humanas por Salmonella. Ainda que esteja entre os dez serovares mais importantes em frangos de engorde e galinhas poedeiras, a transmissão associa-se mais frequentemente ao consumo de produtos de suíno.

Terça-Feira, 27 de Fevereiro de 2018/ EFSA/ União Europeia.
http://www.efsa.europa.eu

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

15-Jun-201808-Jun-201801-Jun-201828-Mai-2018

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui