Leia este artigo em:

México considera a possibilidade de outros fornecedores de carne de porco em deterimento dos EUA.

A Secretaria de Agricultura, Ganadería, Desarrollo Rural, Pesca y Alimentación (SAGARPA) emitiu um comunicado para os industriais de carne no México com a finalidade destes considerarem outros fornecedores de carne de porco, em virtude da aplicação de eventuais taxas aduaneiras por parte do Governo Mexicano aos produtos proveniente dos Estados Unidos.

6ª feira 8 Junho 2018 (há 2 meses 9 dias)
gosto

A autorização, através do Servicio Nacional de Sanidad, Inocuidad y Calidad Agroalimentaria (SENASICA), só será feita com países com os quais haja protocolos sanitários para importação de carne, como sejam o Canadá, a Dinamarca, a Espanha, a França, a Alemanha, o Chile, a Itália, a Bélgica, a Austrália e a Nova Zelândia, países que cumprem com as exigências sanitárias que impõe o Governo Mexicano para a entrada deste tipo de produtos.

No seu comunicado, o SAGARPA, indicou aos interessados, que no caso de detectarem algum outro mercado potencial de fornecimento, podem dar conhecimento ao SENASICA, a fim de que avalie as condições sanitárias e determine a factibilidade de estabelecer negociações com a outra parte.

O objectivo é realizar a análise de risco correspondente, detectar as necessidades operativas e de infraestruturas nos pontos de entrada com a finalidade de garantir um fluxo comercial seguro.

Deve-se mencionar que o México importa uma média anual de 754 mil toneladas de carne de porco, que representam 32% do consumo nacional e a maioria é usada para abastecer a indústria das carne que a utiliza na elaboração de alguns produtos como sejam os enchidos.

As mexicanos consomem 2.11 milhões de toneladas de produtos cárneos de porco por ano. A produção nacional chega aos 1.45 milhões de toneladas, das quais exporta 105 mil toneladas.

Actualmente, o México importa carne de porco proveniente do Canadá, Chile, Espanha, Dinamarca, Itália e Estados Unidos.

Estão autorizadas 142 unidades canadianas para exportar para o México e 8 chilenas, que não cobram taxa aduaneira. Com um taxa de 20% podem ser importados produtos cárneos de porco de 42 unidades dinamarquesas, 234 espanholas, 10 francesas, 5 alemãs, 92 italianas; 37 belgas, 2 australianas e todas as neozelandesas.

Terça-Feira, 5 de Junho de 2018/ SAGARPA/ México.
https://www.gob.mx/sagarpa

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

27-Jul-201820-Jul-201813-Jul-201806-Jul-2018

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui