Leia este artigo em:

Espanha e Portugal realizam simulacro conjunto de Febre Aftosa

Este tipo de exercícios permite avaliar a adequada preparação dos Serviços Veterinários perante situações reais de alerta, a adequação dos Planos de Contingência e melhorar a coordenação entre as diferentes administrações envolvidas.

5ª feira 14 Março 2019 (há 5 meses 9 dias)
gosto

Espanha e Portugal, em colaboração com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura FAO (EUFMD), participaram num exercício conjunto de simulação de foco de Febre Aftosa, realizado durante os dias 12, 13 e 14 de Março de 2019 em Jerez de los Caballeros, Badajoz.

O exercício baseou-se na suspeita de Febre Aftosa em 2 explorações pecuárias localizadas na zona fronteiriça entre Espanha e Portugal e contou com a participação de mais de 70 veterinários registados nos Serviços Veterinários Oficiais (SVO) dos dois países, incluindo: central, regional e comarcal.

Durante o mesmo, as explorações suspeitas foram visitadas e o trabalho foi realizado em grupos, formados por representantes dos dois países, para discussão e abordagem conjunta das tarefas propostas em relação ao desempenho dos Serviços Veterinários Oficiais, no caso suspeito nos Centros Locais de Crise.

O objectivo geral da simulação é promover a coordenação, relacionamento e troca de informações entre os serviços veterinários espanhóis e portugueses, a fim de melhorar a capacidade de resposta a situações de emergência sanitária devido ao aparecimento de suspeitas de Febre Aftosa na área de fronteira.

Os objectivos específicos do simulacro são:

  • a actualização do conhecimento em relação à Febre Aftosa, a sua situação da saúde mundial com especial atenção aos serótipos circulantes na região do Mediterrâneo, incluindo aspectos sobre o papel da fauna selvagem na doença;
  • facilitar a comunicação e colaboração dos SVOs da Espanha e Portugal na área de fronteira;
  • avaliar a adequação dos planos de contingência para combater a Febre Aftosa e melhorá-los, detectando possíveis deficiências e corrigindo-as;
  • melhorar os protocolos de comunicação e troca de informações entre os Serviços Veterinários Oficiais em ambos os lados da fronteira;
  • aumentar o conhecimento mútuo de protocolos e planos de contingência em relação à doença.

Terça-feira, 12 de Março de 2019/ MAPA/ Espanha.
https://www.mapa.gob.es

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

02-Ago-201926-Jul-201919-Jul-201912-Jul-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui