Leia este artigo em:

China confirma existência de pontos fracos no controlo da PSA

O Comitê Central do Partido e o Conselho de Estado da China confirmaram que, apesar das medidas de prevenção e controlo da PSA, desde o seu aparecimento em Agosto de 2018, ainda existem muitas deficiências na supervisão da cadeia da indústria de suínos e é necessário fortalecer os sistemas de prevenção e controlo.

3ª feira 16 Julho 2019 (há 3 meses 1 dias)
gosto

Com o consentimento do Conselho de Estado, propõe-se, entre outros aspectos:

Prevenção nas explorações suínas

  • melhorar a biossegurança revendo de forma rigorosa as condições de prevenção e controlo em explorações de suínos, especialmente explorações de cria e explorações de porcos em larga escala;
  • reduzir gradualmente a proporção de explorações suinícolas de porcos ao ar livre;
  • implementar de forma eficiente medidas como limpeza, desinfecção e controlo rigoroso de veículos e pessoal que entram e saem das explorações;
  • incentivar as explorações a realizar testes de PSA, detecção antecipada e eliminação de perigos ocultos;
  • reprimir de forma severa os actos ilegais de aquisição, tráfico, venda e eliminação de porcos doentes e mortos e impor as penas em conformidade com a lei vigente;
  • fortalecer a supervisão do tratamento seguro de porcos doentes e mortos.

Gestão dos restos alimentares

  • implementar a responsabilidade pela gestão dos resíduos de cozinha, definindo, todas as localidades, claramente o departamento responsável por liderar a gestão do desperdício de alimentos, a responsabilidade na gestão de toda a cadeia de resíduos de cozinha e estabelecer e melhorar o mecanismo de supervisão de toda a cadeia;
  • aumentar a propaganda para proibir o uso directo de resíduos de cozinha na alimentação de porcos.

Regular a gestión da quarentena

  • As agências de supervisão de saúde animal devem implementar rigorosamente os procedimentos de quarentena.
  • Fortalecer a formação, supervisão e administração do pessoal de quarentena e emissão de certificados e melhorar sua capacidade de desempenhar suas funções de acordo com a lei.

Melhoria da gestão do transporte de animais vivos e produtos suínos

  • Estabelecer um sistema de canais de transporte designado para porcos.
  • Enfatizar o uso de veículos de transporte especializados e padronizados para uso em suínos.
  • Estabelecer estações temporárias de monitorização e inspecção para a saúde animal.
  • Inspeccionar de forma rigorosa o transporte de porcos e produtos suínos, com foco na inspecção de certificados de quarentena, registo de veículos de transporte, estatuto sanitário de suínos, etc.

Supervisão nos matadouros

  • Implementar o sistema de autoinspecção nos matadouros.
  • Implementar o sistema veterinário oficial: todas as localidades devem estar equipadas com veterinários oficiais nos matadouros grandes, pequenos e médios.
  • As plantas de abate de suínos devem padronizar pontos-chave, como a admissão de porcos, a inspecção da qualidade da carne, a entrega de produtos suínos e o tratamento seguro de porcos mortos e fortalecer a implementação de várias medidas de prevenção e controlo, bem como aumentar a revisão e limpeza das instalações. Caso contrário, se os padrões para a prevenção de epidemias animais ou a propagação da Peste Suína Africana não forem cumpridos, o certificado de abate será revogado de acordo com a lei.
  • Supervisão de empresas de processamento de produtos suínos e operadores de produtos suínos para cumprir rigorosamente a inspecção dos produtos.

Reduzir a propagação entre regiões

  • Acelerar a implementação da prevenção e controlo de zonas para reduzir o risco de transmissão trans-regional. Todas as localidades devem promover a prevenção e controlo conjunto, coordenar e controlar a regulamentação do transporte e abastecimento ao mercado, planejar cientificamente a distribuição industrial de abate e processamento de suínos e realizar o abate de suínos nas principais áreas produtoras o quanto antes possível, quando as condições permitirem, passe do transporte de animais vivos para o transporte de carne.
  • Formular critérios de avaliação para a construção de áreas livres de Peste Suína Africana e comunidades livres de doenças. Promover áreas com melhores barreiras naturais e empresas integradas de criação e abate de suínos com níveis mais altos de biossegurança para criar áreas livres de PSA e outras doenças.

Controlo da importação de animais vivos e produtos suínos

  • Os produtos suínos importados devem ser acompanhados por uma inspeção legal de entrada e um certificado de quarentena.
  • Evitar a entrada através da importação de animais ou produtos infectados. Os produtos animais e animais importados devem obter o certificado de inspecção e quarentena do departamento alfandegário.
  • Intensificar a inspecção e quarentena de veículos de transporte internacional, correio internacional e passageiros, padronizar a eliminação de itens de risco e melhorar o mecanismo de monitorização e notificação da epidemia.
  • Pesquisar e interceptar na fronteira, fortalecer a cooperação internacional contra o contrabando de produtos suínos e suínos vivos.
  • Fortalecer ainda mais as medidas de supervisão de canais para Hong Kong e Macau.

Javalis

  • Fortalecer a monitorização e a inspecção de javalis para conseguir uma cobertura completa das áreas chave e evitar a propagação entre javalis.

Aumentar a produção suína

  • Aumentar o desenvolvimento da produção de suínos nas áreas afectadas, fornecendo assistência financeira.
  • Acelerar a transformação e modernização da indústria suína.
  • Estabelecer um sistema de produção padronizado e apoiar o uso de recursos como adubo, melhorando a política de terras agrícolas.
  • Ajustar e optimizar o design da indústria suína e aumentar gradualmente a taxa de auto-suficiência.

Segunda-feira, 15 de Julho de 2019/ MoA/ China.
http://www.moa.gov.cn

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags

Última hora

Um boletim periódico de notícias sobre o mundo suinícola

Não estás inscrito na lista

11-Out-201904-Out-201927-Set-201920-Set-2019

faz login e inscreve-te na lista

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui