Semana de 08-Fev-2018

Nas 4 primeiras semanas após o desmame aparece diarreia, atraso do crescimento e elevada mortalidade. Todos os necropsiados apresentam estas lesões macroscópicas. Qual é a causa mais provável?

Validar

Resultados

Resposta errada

Neste porco detectou-se E. coli com o factor de virulência F18 mediante RT-PCR.

A E. coli é um habitante comum do intestino dos suínos. No momento do desmame, a ausência de leite materno e a IgA permite que a E. coli se fixe às vilosidades do intestino delgado e produzir toxinas que causam enterite aguda e diarreia. A diarreia pós-desmame é uma causa comum de mortalidade e morbilidade. Tinha-se eliminado o óxido de zinco da ração de transição e estes leitões desmamados não recebiam nenhuma medicação nem na água nme na ração. A inclusão de óxido de zinco e a medicação da água com colistina ajudou a resolver o problema. O uso de óxido de zinco nas dietas do desmame melhora a saúde do leitão e actua como promotor do crescimento. Previne a diarreia e as alterações entéricas posteriores ao desmame.

Semana de 21-Fev-2019

Qual é a possível etiologia desta lesão?

Semana de 07-Fev-2019

A que se podem dever estas lesões?

Semana de 30-Jan-2019

Qual poderá ser a causa desta lesão?

Semana de 23-Jan-2019

Esta imagem do corte transversal de um pulmão de porco é característica de uma pneumonia provocada por:

Semana de 17-Jan-2019

Qual é o nome deste parasita?

Semana de 09-Jan-2019

Na etiologia deste processo intervêm:

Semana de 03-Jan-2019

Que lesões se observam neste pulmão?

Semana de 27-Dez-2018

Que lesão se mostra nesta foto?

Semana de 20-Dez-2018

Que agente produz esta lesão?