Consequências de um problema alimentar sobre a fertilidade

Os problemas, neste caso concreto resultados irregulares na fertilidade ( entre 65 e 75%), presença de metrites (entre 10 a 15% dos casos) e rendimentos não satisfatórios nas baterias com presença de diarreias

Domingo 5 Dezembro 2010 (há 7 anos 11 meses 8 dias)
gosto

Descrição da Exploração



Trata-se de uma exploração de ciclo fechado de 200 porcas situada numa zona de forte densidade suína na Bretanha francesa. As características são:

  • Maneio em 7 bandas e desmame aos 28 dias,
  • Todos os leitões passam o desmame no mesmo sítio durante 6 semanas,
  • Uma parte serão engordados no pavilhão de engorda com 500 lugares e o resto será engordado em dois sítios exteriores.
  • A cada 6 semanas entram 10 primíparas.
  • As doses de sémen são compradas no exterior.
  • A água provém da rede de abastecimento de águas.
  • O alimento é comprado.


Estatuto sanitário e profilaxias efectuadas

Doença
Estatuto
Vacinação porcas
Vacinação leitões
PRRS
Negativo
Não vacinadas
Não vacinadas
Mycoplasma
Positivo
Não vacinadas
Vacinadas
Actinobacillus pleuropneumoniae
Sem sinais clínicos
Não vacinadas
Não vacinadas
PCV2
Sem sinais clínicos
Não vacinadas
Não vacinadas
E. coli K88-K99
Sem sinais clínicos
Vacinadas
Não vacinadas
Parvovirus-Mal rubro
Sem sinais clínicos
Vacinadas
Não vacinadas
Rinite atrófica
Sem sinais clínicos
Não vacinadas
Não vacinadas

Não se utiliza nenhum tipo de vermífugo sobre as reprodutoras.



Aparecimento do Caso


O suinicultor entra em contacto com o veterinário após observar:

  • Resultados de fertilidade irregulares: entre 65 e 75%.
  • Presença de metrites (entre 10 a 15% de casos).
  • Rendimentos médios nas baterias.




Visita à Exploração


Análises dos resultados técnicos

A seguir apresentam-se os principais resultados técnicos durante os 6 meses prévios à visita:

GTTT (Gestão técnica das Porcas)
Ano 2008
Nascidos vivos
13,4
Mumificados/ninhada
0,15
Desmamados/ninhada
11,6
IDCF
10,4 d
Fertilidade
71%
Abortos
1%
Idade ao primeiro parto
378 d

Mortalidade das porcas: 12% (as autopsias realizadas puseram frequentemente em evidência as torsões de órgãos).

GTE
Ano 2008
IC Global
2,87
GMD 8-30
453
Índice de perdas
1,90 %
IC 8-30
1.77
GMD 30-115
728
Índice de perdas
5,8 %
IC 30-115
2,5


Quarentena (isolada dos outros pavilhões)

  • Recepção de nulíparas negativas para PRRS e App serovar 2 e 1-9-11.
  • Quarentena em cama de palha com maneio tudo dentro-tudo fora, a 200 m do pavilhão de maternidade.
  • As nulíparas, alojam-se na quarentena durante 6 semanas: sem contaminação.
  • As nulíparas chegam à exploração com uma idade média de 5 meses e ½.
  • utiliza-se alimento para gestantes.
  • Os animais, observados durante a visita, não apresentam sinais patológicos notáveis.


Cobrição-Gestação

  • O pavilhão de gestantes encontra-se bem ventilado, o solo está seco e desinfecta-se por sectores, após a movimentação das porcas.
  • desmama-se às 5ª feiras pela manhã e a detecção de cio realiza-se à 2ª feira pela manhã.
  • Não se distribuem nem minerais nem vitaminas ao desmame.
  • Realiza-se "flushing" alimentar até Domingo (3,5 kg).
  • As detecções de cio e inseminações realizam-se com a presença do varrasco.
  • As entradas em cio estão bem agrupadas: 50% à 2ª feira pela manhã.
  • IA clássica, o plano de inseminação é correcto.
  • A alimentação utilizada é em forma de sopa.
IA - ecografia
Ecografia - 90 d de gestação
90 d gestação - parto
3,1 kg
2,6 kg
3,1 kg
  • As porcas mais magras alojam-se em grupos de 4 a 5 porcas.
  • O efectivo é muito homogéneo.
  • O fenómeno das porcas vazias no momento da ecografia dura desde há vários meses. O suinicultor vê-se obrigado a pôr em reprodução entre 30 a 32 porcas por banda para chegar ao objectivo de 25 porcas na maternidade.
  • Sem presença de abortos ou partos antes do termo.
  • Presença de 2 a 3 porcas com descargas vulvares no momento da inseminação
  • Percentagem de eliminação de porcas em função do número de parto.

    1º parto
    2º parto
    3º parto
    4º parto
    5º parto
    + de 5 partos
    15 %
    23 %
    19 %
    8 %
    5 %
    30 %
  • Controle urinário: sem patologia.



Maternidade

  • A alimentação utilizada na lactação tem um baixo valor energético.
  • Os partos não são provocados.
  • Presença de diarreias amarelas no final da lactação.
  • Cuidados com os leitões ao nascimento: corte de caudas e dentes, injecção com ferro.
  • As salas de maternidade encontram-se limpas e desinfectadas de forma correcta (respeitam-se as doses de desinfectante).


Baterias

  • Leitões heterogéneos.
  • Ração de primeira idade suplementado com trimetoprim-sulfadiazina, colistina e flubendazol.
  • Controle frequente e rápido das diarreias mediante colistina.
  • Diarreias acinzentadas na segunda idade.

Engorda

  • Ausência de tosse e de diarreias.
  • Alimentação en forma de sopa.


Neste momento, o veterinário propõe melhorar alguns parâmetros:

  • Reduzir a mortalidade das porcas.
  • Melhorar a fertilidade e suprimir as metrites.
  • Mudanças na suplementação do alimento de primeira idade nas baterias.


Conclusões após a Primeira Visita


Após analizar os resultados com o suinicultor, conclui-se que:

  • Torna-se necessário realizar uma amostra das descargas vulvares para a sua posterior análise bacteriológica.
  • Deve-se rever a forma de alimentar as porcas na maternidade e no início de gestação. O plano de alimentação não corresponde em absoluto com as necessidades, tendo em conta, também, o objectivo de melhorar os critérios técnicos da exploração.
  • Devem-se analisar os resultados de fertilidade banda por banda e categoria por categoria de porca.



Propostas após a Primeira Visita


Cobrição-Gestantes

  • Recolha de amostras de 3 porcas com metrites para análise bacteriológica e antibiograma,
  • com a finalidade de determinar o tratamento na inseminação.
  • Resultados:
T1
T2
T3
Bactéria isolada
E.Coli
E.Coli
E.Coli
Amoxicilina
Sensível
Intermédio
Resistente
Trimetoprim-sulfa
Resistente
Resistente
Resistente
Florfenicol
Sensível
Sensível
Sensível
Ceftiofur
Sensívele
Sensível
Sensível
Enrofloxacina
Sensível
Sensível
Resistente
Flumequina
Sensível
Sensível
Resistente
  • Tendo em vista os resultados obtidos determina-se realizar um tratamento com ácido oxolínico
  • por volta do momento da inseminação durante um ciclo.
  • Decide-se também rever a distribuição alimentar e a quantidade de ração das porcas na altura
  • do desmame:
    • Propõe-se realizar um acompanhamento da espessura de gordura dorsal no dia
    • seguinte ao desmame da banda de porcas desmamadas, da banda de porcas
    • desmamadas + 3 semanas e da banda de porcas desmamadas + 6 semanas durante uma
    • rotação.
    • Início de um plano alimentar individual em função da condição corporal da porca e do valor
    • energético do alimento.
    • Escolher um alimento mais fibroso para evitar mortalidades por torsão.

      Heterogeneidade das porcas
      Ninhada homogénea


Maternidade

  • Distribuição de um alimento de lactação mais energético.
  • Distribuição de toltrazuril aos leitões no momento dos cuidados após o nascimento

Baterias

  • Utilização de um alimento de primeira idade com uma suplementação com um objectivo digestivo.

Evolução dos Resultados


  • O aplicação dos conselhos com muita atenção permitiu conseguir melhores resultados de forma rápida. O efectivo ganhou em homogeneidade ao lango do tempo.
  • A alteração na gama de alimento nas baterias e na maternidade e as acções sanitárias começaram no desmame da banda 1.

Resultados da última GTE:

GTE
Ano 2008
Abril - Julho 2009
IC Global
2,87
2,79
GMD 8-30
453
525
Índice de perdas (PD)
1,90 %
0,6 %
IC 8-30
1,77
1,49
GMD 30-115
728
896
Índice de perdas (PD)
5,8 %
3,6 %
IC 30-115
2,5
2,73

Os resultados falam por si!




Comentários

Os problemas, neste caso concreto resultados irregulares na fertilidade ( entre 65 e 75%), presença de metrites (entre 10 a 15% dos casos) e rendimentos não satisfatórios nas baterias com presença de diarreias, ocorreram numa exploração de ciclo fechado de 200 porcas situada numa zona de forte densidade suína na Bretanha francesa.

A exploração realiza o maneio em 7 bandas e desmama aos 28 dias. Uma parte dos porcos engordam-se na mesma exploração enquanto que o resto vão a dois sitios exteriores. As nulíparas de substituição entram a cada 6 semanas. As doses de inseminação e a alimentação adquirem-se no exterior.

Se bem que a presença de problemas de fertilidade e diarreias nas baterias podem parecer banais, é importante sublinhar os seguintes pontos:

Gestão de um problema de fertilidade
  • A gestão de um problema de fertilidade é muito complexo.
  • É essencial analisar o conjunto de todos os parâmetros que afectam a reprodução.
  • Como mostra este caso clínico, existem muitos problemas de fertilidade que não se encontram relacionados com a presença de patógenos.
  • Portanto, não devemos embarcar em acções custosas e ineficazes antes de ter estudado e compreendido o maneio da reprodução na exploração com problemas.
  • Esta primeira aproximação será em seguida validada ou não e confirmada pelas análises complementares se necessário.
Plano de alimentação do efectivo reprodutor
  • A melhoria genética permitiu obter porcas hiperprolíficas.
  • As suas necessidades são importantes e devem estar adaptadas em função da raça, o rendimento, o tipo de alojamento e as características do alimento.
  • Um mau maneio alimentar pode trazer frequentemente problemas no seguinte ciclo (fertilidade, prolificidade, maior sensibilidade aos patógenos...).
Plano de alimentação e consequências
  • Se bem que isto seja óbvio, é importante ter em conta que devemos cobrir todas as necessidades da porca para garantir a sua reprodução e o aleitamento dos seus leitões.
  • Nas explorações onde a pressão de infecção é baixa, os leitões desenvolvem-se melhor e estarão melhor preparados para fazer frente ao difícil período do desmame.

Casos Clínicos

Metrites27-Out-2010 há 8 anos 17 dias

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags