Leia este artigo em:

Motilidade dos espermatozóides de porco após descongelamento em função do periodo de armazenamento

O objectivo do presente estudo foi determinar como a duração do armazenamento criogénico pode afectar a qualidade do esperma.

3ª feira 23 Julho 2019 (há 2 meses)
1 gosto

Devido ao rápido progresso genético na indústria de suínos, a maioria das linhas de porcos para inseminação artificial vive por 2 a 3 anos, período durante o qual, por 1 a 2 anos, o seu sémen é usado sob forma líquida para IA. Apesar de mostrar uma baixa sobrevivência à congelação, afectando a fertilidade após a IA, o sémen suíno é congelado, por exemplo, para facilitar o seu transporte por longas distâncias (exportação de material genético) ou para aumentar o valor genético. Neste caso particular, o sémen é armazenado em nitrogénio líquido (LN2, armazenamento criogénico) por muitos anos, uma prática controversa.

O objectivo do presente estudo foi determinar como a duração do armazenamento criogénico pode afectar a qualidade do esperma.

As palhetas congeladas (0,5 ml), utilizando o mesmo protocolo de criopreservação, foram armazenadas em LN2 por até 8 anos. A qualidade do esperma foi avaliada após o descongelamento aos 2, 4 ou 8 anos de armazenamento criogénico,, sempre em comparação com o descongelamento precoce (15 dias após o congelamento). A motilidade espermática e a cinemática foram avaliadas após o descongelamento por análise assistida por computador (CASA) e a viabilidade espermática foi avaliada citometricamente com fluoróforos específicos.

A viabilidade dos espermatozóides não foi afectada pela duração do armazenamento criogénico, mas a motilidade total e progressiva dos espermatozóides foi menor nas amostras de espermatozóides congeladas por 4 ou 8 anos em comparação com o descongelamento 15 dias após o congelamento. O tempo de armazenamento criogénico afectou a cinética do espermatozóide, mas com maior intensidade nas amostras armazenadas durante 4 anos em comparação aos 2 anos.

O facto de que a principal característica fenotípica do espermatozóide de porco, a motilidade, é limitada pelo tempo de armazenamento criogénico, deve ser considerado na construção de bancos de sémen suíno. Deve-se atentar para a descoberta de que um período de congelamento de mais de dois anos pode ser particularmente prejudicial à motilidade pós-descongelamento, o que pode exigir um aumento no número de espermatozóides para a IA.

Junwei Li, Inmaculada Parrilla, Maria D.Ortega, Emilio A.Martinez, Heriberto Rodriguez-Martinez, Jordi Roca. Post-thaw boar sperm motility is affected by prolonged storage of sperm in liquid nitrogen. A retrospective study. Cryobiology. Volume 80, February 2018, Pages 119-125. https://doi.org/10.1016/j.cryobiol.2017.11.004

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags