Leia este artigo em:

Amostras de fluídos de processamento e soro para caracterizar a dinâmica de PRRSv em leitões de 3 dias

Os fluidos de processamento (FP) podem ser uma amostra útil para detectar infecções por PRRSV.

3ª feira 24 Setembro 2019 (há 26 dias)
gosto

A recolha de amostras de soro de porcos ao desmame para monitorizar o vírus da síndrome respiratória e reprodutiva dos suínos (PRRSV) tornou-se uma prática comum para determinar o estatuto de infecção do PRRSV em explorações de porcos. A sensibilidade diagnóstica desta prática é baixa naquelas explorações em que há eliminação do PRRSV quando a prevalência de infecção é próxima de zero.

Portanto, o objectivo deste estudo foi caracterizar a dinâmica da infecção por PRRSV em leitões de 3 dias de idade, utilizando soro e fluidos sero-sanguíneos obtidos como parte das práticas de castração e corte de cauda (fluidos de processamento (FP)). O objectivo secundário foi estimar a sensibilidade e especificidade do FP na população de três dias de idade.

Uma exploração de 6000 porcas reprodutoras foi monitorizada a cada três semanas e por 23 semanas após um surto de PRRSV, colhendo amostras individuais de soro e FP de todos os leitões nas ninhadas seleccionadas.

Das 77 ninhadas testadas, 23 (29,8%) foram identificadas como positivas usando amostras de FP e amostras de soro, com coeficiente de Cohen kappa de 0,81 (IC 95%: 0,59-1) entre os resultados obtidos em cada tipo de amostra. A sensibilidade e especificidade dos FP em relação aos resultados no soro foi de 87% (IC 95%: 66% –97%) e 94% (IC 95%: 85% –99%) respectivamente. A percentagem de ninhadas positivas a PRRSV diminuiu com o tempo e as ninhadas das primíparas tiveram mais probabilidades de dar positivo que as de porcas com maior idade.

Em geral, o estudo demonstra que o FP pode ser uma amostra apropriada e segura para o controlo da infecção por PRRSV nas explorações de mães.

Carles Vilalta, Juan Sanhueza, Julio Alvarez; Deb Murray, Montserrat Torremorell, Cesar Corzo, Robert Morrison. Use of processing fluids and serum samples to characterize porcine reproductive and respiratory syndrome virus dynamics in 3 day-old pigs. Veterinary Microbiology. Volume 225, November 2018, Pages 149-156. https://doi.org/10.1016/j.vetmic.2018.09.006

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags