Leia este artigo em:

Efeitos de Escherichia coli e Clostridium perfringens sobre sémen de varrasco armazenado

Foi comparada a qualidade espermática de doses seminais de varrasco inoculadas artificialmente com Escherichia coli ou Clostridium perfringens e armazenadas a 15°C durante um periodo de 9 dias.

3ª feira 27 Março 2018 (há 8 meses 18 dias)
gosto

Foi comparada a qualidade espermática de doses seminais de varrasco inoculadas artificialmente com Escherichia coli ou Clostridium perfringens e armazenadas a 15°C durante um periodo de 9 dias.

Foram utilizadas doses seminais de 10 varrascos Piétrain sexualmente maduros que foram diluídas em BTS e infectadas com E. coli ou com C. perfringens, a uma carga bacteriana que oscilou entre os 101 e 107 ufc/ml. Durante o armazenamento foram determinadas as mudanças na qualidade dos espermatozóides através da avaliação do pH e da viabilidade, mobilidade e morfologia dos espermatozóides assim como o grau de aglutinação espermática e a interacção espermatozóides-bactérias.

A infecção das doses seminais levou a uma alcalinização do meio, que era de maior extensão nas doses infectadas com C. perfringens. Foi observado que o efeito da contaminação sobre a viabilidade e a motilidade dos espermatozóides dependia do tipo e da carga bacteriana. A E. coli é mais prejudicial que C. perfringens para cargas bacterianas entre 101 a 106 ufc/ml enquanto que o efeito prejudicial de C. perfringens foi maior que o de E. coli a uma carga bacteriana de 107 ufc/ml. Apesar da morfologia dos espermatozóides não ter sido afectada nem pelo tipo de bactéria nem pela carga, a aglutinação do espermatozóides e a interacção espermatozóides-bactérias foram característicos das doses infectadas com E. coli e aumentaram de forma concomitante com a carga bacteriana e durante o periodo de armazenamento.

Em conclusão, os efeitos da infecção por E. coli sobre a qualidade do esperma foram dependentes tanto da carga bacteriana como do periodo de armazenamento, enquanto que os efeitos de C. perfringens foram principalmente dependentes da carga bacteriana, com um tecto de 107 ufc/ml a partir do qual a qualidade do esperma das doses seminais foi muito afectada.

Elisabeth Pinart, Esther Domènech, Eva Bussalleu, Marc Yeste, Sergi Bonet. A comparative study of the effects of Escherichia coli and Clostridium perfringens upon boar semen preserved in liquid storage. Animal Reproduction Science. Volume 177, February 2017, Pages 65-78. Animal Reproduction Science. Volume 177, February 2017, Pages 65-78. https://doi.org/10.1016/j.anireprosci.2016.12.007

Comentários ao artigo

Este espaço não é uma zona de consultas aos autores dos artigos mas sim um local de discussão aberto a todos os utilizadores de 3tres3
Insere um novo comentário

Para fazeres comentários tens que ser utilizador registado da 3tres3 e fazer login

Ainda não és utilizador registado de 333?regista-tee acede a preços dos porcos, pesquisador, ...
É gratuito e rápido
Já estás registado na 333?LOGINSe esqueceste a tua password nós enviamos novamente aqui

tags